Reaproximando Xiquexiquenses!

GUARDAS OFENDIDOS POR DESEMBARGADOR SÃO HOMENAGEADOS PELA PREFEITURA DE SANTOS (SP).

Os dois guardas civis municipais que foram ofendidos pelo desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira durante uma abordagem, no último sábado (18), receberam uma homenagem da Prefeitura de Santos pela conduta exemplar que apresentaram na ocorrência. A ação ocorreu na última segunda-feira (20). Cícero Hilário Roza, 36 anos (que aparece no vídeo), e Roberto Guilhermino da Silva, 41 (que gravou as imagens), receberam medalhas com a inscrição “Homenagem da Cidade de Santos”. Eles ainda receberam flores a esposa de Guilhermino e daa filha de Hilário, que também estava acompanhado de mais dois filhos.

Desembargador diz que foi alvo de armação em vídeo com GCM: 'Faz parecer que de vítima, sou o vilão':

As medalhas foram entregues pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). Também acompanharam a homenagem integrantes do comando da Guarda Civil Municipal. De acordo com o guarda Roberto Guilhermino, que atua há 18 anos na corporação, a calma demonstrada na abordagem é comportamento adquirido com a experiência. “Prestamos apoio a outros órgãos, algumas ocorrências que envolvem, por exemplo, pessoas em situação de rua e também apoiamos abordagens a pessoas que fazem uso de medicamentos. São situações que adquirimos experiência para lidar com situações comportamentais diversas. A gente tem que saber fazer a separação que, por trás do homem, existe um profissional capacitado para lidar com situações de tensão”.

 Prefeito chama desembargador de arrogante e prepotente: 'Santos não é a cidade da carteirada':

Cícero Hilário, que foi ofendido diversas vezes pelo magistrado durante o caso, comentou que o aborrecimento momentâneo abriu espaço para o orgulho dos familiares. “Quando cheguei em casa, depois do ocorrido, estava chateado. Minha esposa tinha visto o vídeo, minha filha estava triste com o tratamento que recebi. Depois da repercussão, vizinhos, amigos e familiares começaram a mandar mensagens de apoio e, de uma tristeza, o sentimento mudou. A gente vê que uma postura nossa gerou admiração, nosso trabalho foi reconhecido e isso trouxe orgulho para minha família”.

FONTE: A TRIBUNA.

Nenhum comentário

Atenção! Não responsabilizamos pelos comentários aqui, o autor responderá por cada um deles.